Diretora adjunta faz abertura do ano letivo e dá boas-vindas aos alunos do CPM com Residência Judicial na Capital

A diretora adjunta da Escola Superior da Magistratura (Esma), juíza Rosimeire Ventura Leite, fez, na noite dessa segunda-feira (18), a abertura do ano letivo e deu as boas-vindas aos 45 alunos do Curso de Preparação à Magistratura (CPM) com Residência Judicial, turma 2019.1, da unidade de João Pessoa. Na oportunidade, a magistrada apresentou a nova metodologia da formação, implantada pela instituição de ensino desde o ano passado, composta por dois módulos: Estudos Preparatórios e Prática Jurisdicional Tutelada. 

Segundo a juíza Rosimeire Ventura, com essa metodologia inovadora e totalmente modificada, a formação oportuniza ao aluno a experiência não só de consolidar seus conhecimentos, mas oferece e possibilita ao estudante de fazer a Residência Judicial na Fase 2. “Temos, hoje, um CPM com novas disciplinas e uma nova proposta. Essa experiência foi pioneira em 2018, e, agora, estamos com uma segunda turma, aperfeiçoando e buscando engrandecer o curso”, disse.

Durante a apresentação, a magistrada explicou o papel da Esma e apresentou a equipe da Secretaria e da Gerência Acadêmica da instituição de ensino. Ao final, ela ressaltou que magistratura exige muito estudo e atualização, e, principalmente, ética. "À questão ética é inerente à atividade da magistratura, é importante que tenhamos profissionais formados não só do ponto de vista técnico, mas do ponto de vista humanista e ético”.

O Curso de Preparação à Magistratura tem duração de 12 meses, com carga horária de 720 horas/aula. No primeiro semestre, serão ministradas aulas teóricas e, no segundo, os alunos/bacharéis farão a Residência Judicial nos gabinetes dos magistrados preceptores da Região Metropolitana de João Pessoa e circunvizinhas de Campina Grande, além dos gabinetes dos desembargadores.

De acordo com a aluna Thayamara Soares Medeiros a expectativa é grande, já que no início da carreira há algumas dificuldades, em virtude de não haver curso preparatório especializado com a parte prática e teórica. “A Esma teve uma ideia muito enriquecedora com essa nova metodologia implantada no CPM”. 

Para Rodrigo Mendes Pordeus essa nova proposta possibilita ao estudante, na Fase 2, fazer parte da equipe de um gabinete do magistrado preceptor, bem como oportuniza aos alunos que revisem as disciplinas ministradas nas universidades e conheçam outras matérias voltadas à prática judicante.

Também estiveram presentes a apresentação, o gerente acadêmico da Esma, Paulo Romero; o supervisor da Secretaria, José Iran Filho; os servidores Júlio Carreira e Margareth de Almeida Ramalho; além da professora da Universidade Estadual da Paraíba, Ana Lúcia.

Campina Grande - Nesta terça-feira (19), às 18h30, a diretora adjunta fará a apresentação aos docentes do CPM da unidade de ensino de Campina Grande. A formação ocorre no 4ª andar do Fórum Affonso Campos.

Por Marcus Vinícius