Capacitação: Mais de 3,5 mil servidores do Judiciário se inscreveram nos cursos promovidos pela Esma em 2019

No ano passado, mais de 3,5 mil servidores do Judiciário estadual se inscreveram nos 25 cursos promovidos pela Escola Superior da Magistratura nas modalidades presencial e de ensino à distância (EaD). Conforme dados da Gerência de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores (Gefas), 15 formações foram disponibilizadas no modo presencial e 10 em EaD, com carga horária total de 588 horas/aula.

Ainda segundo o levantamento, 3.197 participaram das aulas na modalidade a distância e, aproximadamente, 320 servidores no ensino presencial, nas unidades de João Pessoa e Campina Grande.

Para o diretor da Esma, desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, a Escola vem buscando a melhoria na formação e na qualificação constante dos servidores do Tribunal de Justiça da Paraíba e das unidades judiciárias de 1ª, 2ª e 3ª entrâncias. “Essas capacitações têm uma importância muito grande, porque muitos pensavam que a Esma era uma escola destinada somente à magistratura. Mas, não. A Esma é destinada, também, para preparar os servidores do Judiciário estadual para um melhor atendimento aos jurisdicionados”, disse o desembargador Marcos.

Em relação aos cursos que serão oferecidos este ano, o diretor da instituição de ensino informou que a Gefas está aguardando o término, no próximo dia 31, da consulta sobre o levantamento das necessidades de capacitação para servidores. “Com esses dados, vamos planejar as formações que serão promovidas”, disse Marcos Cavalcanti.

Em 2019, foram disponibilizados os cursos: Tutela Provisória no Processo Civil Contemporâneo, Processo do Conhecimento: Fase Postulatória e de Saneamento, Processo de Conhecimento: Fase Probatória e Decisória, Do Cumprimento de Sentença, Do Processo de Execução, Precedentes Judiciais e os Processos no Tribunal e Meios de Impugnação das Decisões Judiciais.

Ainda na modalidade presencial, outras formações foram ministradas: PJe - Utilizando o Sistema, Formação Inicial de Servidores, Termo de Referência e Elaboração de Editais, Qualidade no Atendimento ao Público, Relações Interpessoais e Mediação de Conflitos no Serviço Público, Sistema Eletrônico Unificado, Escuta Especializada e Depoimento Especial e Introdução à Língua Brasileira de Sinais.

Na semana passada, a Esma realizou a primeira formação deste ano, na modalidade presencial, com o curso dos Procedimentos Especiais. A capacitação contou com a participação de 28 alunos.

“Pela comodidade, eficiência e melhor custo, o ensino em EaD tem se tornado a alternativa de quem pretende se capacitar com poucos recursos financeiros. Por ela, torna-se possível atingir, sem perda de qualidade, um público bem maior a preços bastante acessíveis. Ademais, através dessa modalidade, há possibilidade de acesso dos servidores lotados em comarcas distantes dos grandes centros como João Pessoa e Campina Grande”, destacou o diretor da Esma, acrescentando que os cursos em EaD, por não demandar a presença física, permite que os servidores possam estudar nos horários e dias de folga do trabalho, sem prejudicar a prestação jurisdicional.

No exercício de 2019, foram oferecidos, sem limite de vagas, os cursos de Introdução ao Direito Constitucional (Turma I e II); BrOffice Writer - Módulo Básico; Avaliação de Bens Móveis e Imóveis; Atendimento ao Público com Qualidade; Gestão Documental no Poder Judiciário; e Gestão e Fiscalização de Contratos Administrativos; PJe - Novo Layout e funcionalidades; Atualização Gramática da Língua Portuguesa.

Por Marcus Vinícius/Gecom-TJPB