'Painel de produtividade dos servidores' foi tratado em webinário com a presença de 500 inscritos

Quinhentos servidores do Poder Judiciário estadual, de 1ª, 2ª e 3ª Entrâncias, participaram, nesta sexta-feira (18), do Webinário ‘Novas Tecnologia no Judiciário”, cujo tema foi ‘Painel de produtividade dos servidores’. O evento tratou sobre inovações propostas pelo Comitê de Revisão para a resolução que regulamenta o prêmio de produtividade 2021 das unidades judiciárias do Estado.

O webinário foi transmitido pela plataforma do Zoom e pelo canal da Escola Superior da Magistratura (Esma) no YouTube. A iniciativa é uma parceria da instituição de ensino, do TJPB e da Corregedoria Geral de Justiça.

Este ano será a terceira edição do prêmio, que busca, por meio da concessão da gratificação de produtividade, reconhecer os trabalhos dos servidores, incentivar a evolução dos indicadores de produtividade e promover a melhoria na prestação jurisdicional. A premiação é destinada aos servidores em exercício nas unidades judiciárias do 1º Grau e dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc’s). 

“Esse webinário é extremamente oportuno, poque vai ter como objetivo passar informações sobre o uso do painel de produtividade dos servidores”, destacou o diretor adjunto da Esma, juiz Antônio Silveira Neto, na abertura do evento.

Em seguida, o desembargador Leandro dos Santos, presidente da Comissão de Aperfeiçoamento da Resolução da Produtividade dos Servidores do TJPB, enfatizou que a ideia do webinário foi levar ao conhecimento de todos os inscritos a sugestão da Comissão quanto a terceira edição relacionada a premiação de produtividade dos servidores. “Esse prêmio se mostrou imprescindível. Possui alta relevância para os objetivos traçados pelo Poder Judiciário da Paraíba”, disse o desembargador.

Ele ressaltou, ainda, que a ideia é de uma construção contínua e que a Comissão tem uma sugestão de aprimoramento, encaminhada à Presidência do TJPB, para que, com os membros da Corte, seja feito um exame mais aprofundado e o aperfeiçoamento das propostas. “A Resolução que estamos sugerindo, com algumas mudanças e aprimoramentos, tem como focos principais a pessoa do servidor e a produtividade, tão importantes para o Tribunal. Queremos premiá-los como reconhecimento pelo trabalho desenvolvido”, assegurou o presidente da Comissão Revisora.

O evento teve como expositores o juiz auxiliar da Presidência, Euler Jansen, e o juiz-corregedor Fábio Araújo, além da gerente de Projetos do TJ, Caroline Leal. A gestora iniciou sua apresentação mostrando os critérios sugeridos para a nova edição do prêmio de produtividade anual. Explicou, também, que uma das principais mudanças sugeridas para 2021 é a análise da produtividade individual do servidor.

“O servidor poderá ter direito ao prêmio mesmo que esteja numa unidade que não se colocou bem dentro daquele grupo de competência”, observou a gerente de Projetos do TJ, acrescentando que o webinário foi uma forma de expandir conhecimento e de tornar mais transparente a aferição dos resultados de produtividade. 

Na oportunidade, o juiz Euler Jansen afirmou que a Presidência do TJPB está, extremamente, feliz com o andamento da Comissão, bem com parabenizou a realização da temática. “A administração do nosso Presidente, desembargador. Saulo Benevides, estabeleceu como eixos de atuação o diálogo e a transparência. Assim, o presente webinário cumpre com os desígnios da Presidência e, mais que isso, com a moderna gestão, permitindo a adequação do trabalho, a auto-gestão, tudo com vista à celeridade processual, deixando bem claro que o objetivo não é a premiação, mas a produtividade, e aquela é simples decorrência dessa”, afirmou.

Para o juiz corregedor Fábio Araújo, a ideia do webinário foi colaborar para tornar a resolução ainda mais eficiente enquanto instrumento de gestão estratégica. “Esse é um tema sensível e impactante, porque diz respeito a gestão estratégica”, disse o magistrado.  

O novo painel de produtividade dos servidores, com as novas pontuações e informações, será disponibilizado na próxima semana. Quanto ao painel de prêmio que traz o ranking das unidades judiciárias, somente no mês de julho após aprovação do Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba. Por fim, os servidores inscritos no evento encaminharam perguntas aos expositores e ao desembargador Leandro dos Santos. 

Por Marcus Vinícius/Gecom/TJPB