Des. Marcos Cavalcanti lança livro no TJ


“Mamanguape: apogeu, declínio e ressurgimento” conta a história do município


No final da tarde desta quinta-feira (29), o desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, Marcos Cavalcanti de Albuquerque, lançou o seu mais recente livro, intitulado “Mamanguape: apogeu, declínio e ressurgimento” O evento aconteceu no Salão Nobre “Ministro Osvaldo Trigueiro de Albuquerque” (foto), e contou com a presença do presidente do TJPB, desembargador Luiz Silvio Ramalho Júnior, além de várias autoridades e intelectuais ligadas à literatura.


Marcos Cavalcanti disse que o livro “conta a história de Mamanguape, enfatizando sua época de apogeu, com forte crescimento nas áreas política, econômica, social, religiosa e cultural, além de aspectos voltados à educação e ao modo de vida da população. Na obra também falo do rio, que dá nome ao município”.


A edição pode ser encontrada na Livraria de Assis, instalada no Fórum Cível de João Pessoa e traz, de acordo com o escritor, um apanhado das três fases da história da cidade: colonial, imperial  e republicana.


Ele registrou, ainda, que a publicação só foi concretizada devido há anos de estudo. “Ninguém escreve uma obra como esta dentro de seis meses, ou um ano. Foi preciso guardar documentos, papéis, jornais e livros antigos”. Os estudos que se refere o magistrado tiveram o suporte, basicamente, em documentos históricos da Academia Paraibana de Letras (APL), da Paróquia São Pedro e São Paulo de Mamanguape e do Instituto Histórico e Geográfico da Paraíba (IHGP), além de vasta referência bibliográfica.


Para o presidente do Tribunal de Justiça, o lançamento de mais um obra no TJPB significa a consolidação de um elo entre a magistratura e a literatura. “Alguns dos nossos desembargadores têm se destacado na publicação de livros. É importante dizer que o juiz não vive apenas de leis e jurisprudências. O julgador também respira cultura”, comentou Ramalho Júnior.


Apresentação – O doutor Luiz Hugo Guimarães, ex-presidente do IHGP seria o responsável pela apresentação do livro. Com seu falecimento, no início deste mês, quem fez a exposição da obra foi o também membro do Instituto e da APL, o historiador, escritor e médico, Guilherme Gomes da Silveira D'Vila Lins.


Para Guilherme Gomes, o lançamento de “Mamanguape: apogeu, declínio e ressurgimento” é de grande importância para toda Paraíba. “Para fazer a história de um Estado é preciso fazer a história de seus municípios, particularmente, os mais antigos. E é justamente isso que o desembargador Marcos Cavalcanti Albuquerque fez, neste belíssimo livro”, comentou o historiador.


Trilogia Mamanguapense - O desembargador Marcos Cavalcanti, revelou que já trabalha na publicação de um terceiro livro, que vai fechar a trilogia mamanguapense.  “Esse livro é voltado às personalidades que se destacaram na região polarizada por Mamanguape. Inclusive, eu já penso até no título, que seria 'Personalidades: o último de uma trilogia', tendo em vista que já foi lançado o primeiro livro em 2008, que aborda a genealogia”.


Por Fernando Patriota