PRF promoveu Workshop de Operações Temáticas de Combate ao Crime na Esma

Evento foi sediado pela primeira vez na Região Nordeste

 

A Escola Superior da Magistratura (Esma) sediou, de segunda (9) até esta sexta-feira (13), o III Workshop de Operações Temáticas de Combate ao Crime da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que contou com a presença de cerca de 40 policiais de todo o país. O evento, que ocorreu pela primeira vez na Região Nordeste, teve o objetivo de alinhar, debater, revisar, atualizar e padronizar procedimentos e processos operacionais concernentes ao planejamento, coordenação, execução e controle de operações temáticas de combate ao crime.

 

No encerramento, a superintendente substituta da 14ª Superintendência Regional da PRF na Paraíba, Keilla Melo, afirmou que foi muito importante para o Estado trazer um evento nacional com foco no enfrentamento da criminalidade. “É uma preocupação da PRF e, acima de tudo, um clamor da sociedade por ações cada vez mais especializadas de combate ao crime”, disse Keilla. Ela informou, ainda, que o encontro vai gerar muitos frutos, na medida que esses policiais, com mais capacitações, novas habilidades desenvolvidas e alinhados a uma metodologia única de atuação em todos país, atingirão outros policiais, beneficiando toda a população.

 

Por fim, a superintendente substituta agradeceu a parceria da Esma na realização do evento. “Foi uma parceria estratégica, fundamental e, por outro lado, emblemática. É muito importante essa aproximação de uma instituição policial com o Judiciário, neste caso, através da Esma. Espero que seja a primeira de muitas outras ações que poderemos promover em cooperação com a Esma”, assegurou.

 

Na ocasião, o supervisor da Secretaria da Esma, José Iran Filho, ressaltou, em nome da administração da Escola, que foi uma honra para a instituição de ensino sediar o workshop de operações temáticas da PRF, já que dentre os objetivos principais da instituição está o aperfeiçoamento e a qualificação de magistrados e servidores do Judiciário estadual, e, neste caso, ao recepcionar este evento, está auxiliando também na concretização da formação desses policiais, em virtude da categoria ainda não dispor de estrutura própria para receber um curso dessa magnitude.

 

A capacitação contou com policiais que compõem os Grupos de Enfrentamentos ao Narcotráfico, às Fraudes Veiculares, aos Crimes Contra o Fisco e Contra Saúde Pública e aos Crimes Contra os Direitos Humanos, além dos gestores dos Grupos de Enfrentamentos ao Tráfico de Armas, aos Crimes Fronteiriços e aos Crimes Patrimoniais.

 

Por Marcus Vinícius/Gecom-TJPB