A atuação do pedagogo no âmbito do Poder Judiciário é tratado no webinário 'Pedagogia Jurídica'

Notícia
Pedagogia

Em comemorações alusivas ao Dia do Pedagogo, a Escola Superior da Magistratura (Esma) promoveu mais um webinário com o tema Pedagogia Jurídica: Objeto, Sujeitos e Práticas. O evento, por meio de videoconferência, foi realizado nessa segunda-feira (23) e foi ministrado pelas professoras Simony Freitas de Melo e Ana Paula Villar Galo e como mediadora a servidora do Tribunal de Justiça da Paraíba, pedagoga Letícia Carla dos Santos Melo Hampel. 


A temática foi destinada aos 200 inscritos, entre aos magistrados e servidores do Poder Judiciário estadual, que acompanharam à transmissão através da plataforma Zoom e do canal da Esma no YouTube – https://www.youtube.com/watch?v=CIyh5F7Bo8U.


O evento foi aberto pela coordenadora pedagógica da Esma, Daiane Lins da Silva Firino, que representou, na ocasião, o diretor da instituição de ensino, Desembargador Ricardo Vital de Almeida. Na sua fala, Daiane Firino ressaltou a importância da temática alusiva ao Dia do Pedagogo, comemorado na última sexta-feira (20). Em seguida, Letícia Hampel destacou que o evento abre espaço para um maior diálogo entre a universidade e a sociedade.

“Dentro do serviço público é extremamente necessário que a sociedade receba de volta aquilo que ela nos paga para fazermos. Então, quando a gente contribui com o processo formativo, necessariamente estamos contribuindo com a população”, disse Letícia.

Na palestra, as professoras Simony Melo e Ana Paula falaram um pouco de suas atuações no Tribunal de Justiça de Pernambuco, bem como trouxeram contextos e desafios dentro de cenário da Pedagogia Jurídica, além das finalidades da intervenção pedagógica no Poder Judiciário. Elas destacaram que o um dos objetivos do evento foi demonstrar a importância e a contribuição do pedagogo, a partir de suas intervenções, para o sistema de Justiça.

Ainda de acordo com as ministrantes, a Pedagogia Jurídica, área mais recente da profissão, trabalha diretamente com menores de idade que estão cumprindo medidas socioeducativas. Esse acompanhamento profissional faz toda a diferença no período no qual a criança ou adolescente ficam reclusos. “A gente entende que é preciso haver a divulgação e a disseminação do que a gente faz, além disso é um cargo em construção”, disse Ana Paula.

Elas falaram também sobre o cenário inicial e atual da pedagogia e os avanços da profissão na área jurídica. No final, Simony Melo agradeceu à Esma pela promoção do tema, que além de homenagear os pedagogos da instituição pelo seu Dia, contribui diretamente para o fortalecimento da sua atuação junto às equipes interprofissionais. “Como trata-se de uma profissão que chegou recentemente aos tribunais de Justiça, se faz necessário a promoção do debate para o aperfeiçoamento dos pedagogos e para que outros profissionais conheçam a potencialidade da intervenção pedagógica no âmbito jurídico”, frisou a palestrante.

Por Marcus Vinícius